Las Vegas – Dicas!

Las-Vegas-hd-wallpaper

Para os viciados em caça-níqueis, Las Vegas é a capital do jogo; Para os que sonham em trocar alianças num estalar de dedos, é a capital mundial do casamento; Para os marqueteiros do governo e das inúmeras casas de shows, é a capital do entretenimento; E para os moralistas de plantão, a cidade do pecado. Seja qual for a preferência, de uma coisa todos concordam: na cidade onde luzes, sonhos, cifras e tudo o mais é over, a quantidade de títulos não poderia ficar atrás. Talvez, o mais apropriado fosse chamá-la de capital da extravagância… Quem se importa? Afinal, é esse exagero que garante a Las Vegas tão farta contribuição ao Livro dos Recordes. Grande parte dessa fama deve-se às exorbitantes quantias arrecadadas nos cassinos. Todos eles têm atrações diversas para não deixar o hóspede explorar outras paragens.

Las Vegas é um parque de diversões construído em forma de cidade.

Strip, a avenida principal, é a passarela que conduz a uma espécie de Second Life materializada — um universo paralelo onde a Torre Eiffel está a uma quadra do skyline de Manhattan, a duas quadras das gôndolas da Piazza San Marco de Veneza e a três da Esfinge de Gizé, tudo isso com um vulcão no meio (que, por sinal, entra em erupção a cada meia hora toda noite).

Os cassinos ainda ocupam os espaços mais nobres, mas são tantas as outras atrações em cartaz (shows, shoppings, passeios, restaurantes estrelados), que você pode passar uma semana inteira em Las Vegas sem chegar nem perto de um caça-níquel.

O hotel Paris-Las Vegas, por exemplo, ostenta a maior réplica da Torre Eiffel já erguida no mundo. O Luxor tem o maior farol já apontado para os céus do planeta. E a Stratosphere abriga em seu topo a montanha-russa mais alta do mundo. Bater o recorde de doletas ganhas nas roletas dos cassinos, no entanto, não é nada fácil. Para quem não conseguiu, resta seguir ao The Golden Nugget e apreciar um último recorde: a maior pepita de ouro do mundo. Você ficará mesmerizado com a quantidade de shows disponíveis, como as inúmeras produções do Cirque du Soleil, e o tamanho dos restaurantes, que fazem qualquer rodízio passar vergonha.

 

Seja para o jogo, um casamento, entretenimento ou pecado (ou qualquer coisa que o valha), Las Vegas é tão kitsch, tão over e tudo é tão mega-qualquer-coisa que é difícil não simpatizar com ela e se divertir a valer.

 

Bônus: pertinho de Las Vegas, a um par de horas de carro, fica o Parque Nacional do Grand Canyon, definitivamente o melhor passeio em toda a região. Não muito distante fica a igualmente interessante represa Hoover Dam.

 

las-vegas-hd-iphone-wallpaper-4

 

 

COMO CHEGAR

Aéreo – Não há voos diretos entre o Brasil e Las Vegas, mas a cidade é facilmente acessível através de voos de companhias como American, Delta e United. Todas elas chegam ao Aeroporto Internacional McCarran, localizado dentro da área metropolitana. Há diversas formas de sair dos terminais rumo ao seu hotel. Táxis (desde US$ 15) são a forma mais prática e rápida. Os pontos estão na área de recolhimento de bagagens do terminal 1, saídas 1 a 4, e no Nível Zero do Terminal 3. Em ambos os casos haverá pessoal para auxiliar os passageiros. Confortáveis vans farão trajeto semelhante por US$ 6 por pessoa, saindo do Terminal 1 (saídas 7 a 12) e Terminal 3 (área oeste, Nível Zero).

 

Para quem for alugar carros, o gigantesco McCarran Rent-a-Car Center, localizado a 3 milhas do aeroporto na 7135 Gilespie Street, funciona 24 horas. Vans partem com boa frequência dos terminais 1 e 3 para conveniência dos passageiros.

 

Outra forma opção (e com a cara de Las Vegas) é fazer o traslado com limusines. Enormes e espalhafatosas, não são muito caras. Sedãs e SUVs podem ser encontradas desde US$ 38. A dica é reservar o serviço junto ao seu hotel e, assim, o motorista já estará lhe esperando na saída de passageiros.

 

Automóvel – Para a maioria dos turistas que está em Los Angeles, na Califórnia, a forma clássica de chegar a Las Vegas é através da rodovia interestadual I-15 (450 quilômetros, 4 horas). Alugue seu conversível, mas prepare-se para pegar uma estrada bem movimentada. Não se esqueça também que você estará atravessando uma área de deserto, portanto cuidado com o sol no cocoruto e hidrate-se bem. De San Francisco, a viagem segue pela US Veterarans Memorial Highway, via Reno, já no estado de Nevada, uma viagem de mais de 1000 quilômetros.

 

Ônibus – uma forma prática de chegar a Las Vegas é através de ônibus. Companhias como Greyhound (www.greyhound.com) conectam a cidade a Phoenix (Arizona, 6 horas), Los Angeles (Califórnia, 5 horas) e Salt Lake City (em Utah, 7h45).

 

 

COMO CIRCULAR

 

Se seu hotel localiza-se na Strip, o modo mais fácil de se locomover pela cidade é a pé mesmo. Há algumas atrações pelo caminho e Las Vegas tem um colorido especial. Quando necessário, pegue um táxi, prático, barato e com bem-vindos ar-condicionados. Ônibus que sobem e descem a Strip também são bastante convenientes. Já o serviço de monotrilho é mais uma atração turística do que um meio de transporte propriamente dito: é ótimo para ver a cidade, mas requer algumas boas caminhadas a partir das paradas.

 

 

ONDE FICAR

 

A escolha de um bom resort ou hotel é essencial para uma boa experiência em Las Vegas. As diárias são significativamente baratas quando consideramos a boa infraestrutura, serviços e localização dos maiores empreendimentos. A matemática é fácil: eles recuperam o dinheiro em seus restaurantes, shows e, principalmente, cassinos. A maioria das grandes bandeiras estão localizadas na Strip (Bellagio, Caesar, Circus Circus, Flamingo, Four Seasons, Hard Rock, Luxor, Mandalay Bay, Mandarin Oriental, Mirage, MGM, New York-New York, Paris Las Vegas, Tropicana, The Palazzo, The Venetian e Wynn), mas há também boas opções, nem todas com cassino, nas imediações (como o Hyatt Place e o JW Marriott).

 

Quase todos eles possuem não só movimentados cassinos, mas áreas para grandes eventos esportivos (como clássicas lutas de boxe e MMA), feiras, convenções e shows (como o Cirque du Soleil e Blue Men Group), spas, piscinas, restaurantes, bares, cafés, áreas de recreação para adolescentes e crianças e muito mais. Todos disputam acirradamente seus hóspedes com decorações tão exuberantes como bregas. Aliás, bem bregas.

 

 

COMPRAS EM LAS VEGAS

 

Além dos shows e cassinos, uma das atrações preferidas dos brasileiros em Las Vegas é a grande variedade de outlets e shoppings. São centenas de lojas que oferecem preços bem atraentes (e descontos extras) em artigos esportivos, vestuário feminino, infantil e masculino, perfumes, alguns eletrônicos, jeans, relógios e todas aquelas marcas que adoramos: Tommy Hilfinger, Lacoste, Timberland, Nike, Louis Vuitton, TAG Heuer, Dolce & Gabbana, Ralph Lauren, Gap, Guess e muito mais.

 

Dentre os destaques na ampla oferta estão os dois Las Vegas Premium Outlets (North e South), o variado Crystals at CityCenter, o Miracle Mile Shops, o menor, mas bem bacana Gran Canal Shoppes no The Venetian, a Fashion Outlets e o enorme Fashion Show Las Vegas — ancorado por megalojas como Macy’s, Bloomingdale’s e Saks Fifth Avenue. Em comum a todos está uma infraestrutura muito bem montada, repleta de restaurantes, lanchonetes e apoio para cadeirantes e mães com bebês.

 

O Shop Vegas Passport (www.visitlasvegas.com) é um programa que oferece descontos em alguns parceiros. Imprima seu cupom e apresente-o aos membros participantes.

 

Segue uma lista com endereço dos principais lugares:

 

  • CRYSTALS – O mais novo shopping da cidade está localizado no complexo chamado “City Center”, onde ficam os hotéis Aria, Mandarim. As lojas classe A, que tem até uma H. Stern contam também com filiais da Louis Vuitton, Hermés, Ermenegildo Zegna, Christian Dior, Fendi, Versace, Gucci, Roberto Cavalli, Prada e Tom Ford. Se essas etiquetas não cabem no seu bolso, vale pelo menos o passeio, porque a arquitetura moderna do shopping é belíssima. Endereço:3720 S Las Vegas Blvd Las Vegas, NV 8910.

 

  • FORUM SHOPS – Esse shopping, dentro do hotel e Cassino Ceasars Palace é lindíssimo e tem mais de 160 lojas. Shopping das super chique Louis Vuitton, Bvlgary, Christian Dior, Fendi, Versace, Gucci, Roberto Cavalli, Valentino e Salvatore Ferragamo; tem também Abercrombie &Fitch, DKNY. Endereço: 3570 S. Las Vegas Blvd. Las Vegas, NV 89109

 

  • FASHION SHOW – Este shopping fica no meio da Strip e é imenso, mas super agradável de visitar. Ele tem mais de 200 lojas de roupas, além de galerias e uma praça de alimentação enorme. Neste shopping fica também uma passarela para desfiles, onde acontecem desfiles de moda várias vezes por semana. Algumas das lojas de departamentos neste shopping: Macy’s, Dillard’s, SaksNordstrom(com três níveis e uma seção enorme de sapatos) e Zara. Além dessas, encontram-se também neste shopping a Forever 21 que é a queridinha das roupas descoladas por preços acessíveis, Abercrombie &Fitch, Diesel e outras marcas famosinhas. Endereço: 3200 S. Las Vegas Blvd. Las Vegas, NV 89109.

 

  • MIRACLE MILE – Este shopping fica dentro do Planet Hollywood Hotel e Cassino, bem na zona central da Strip, em frente ao Bellagio e do lado do Paris. O Planet Hollywood é o antigo Aladin Hotel e Cassino. Ele tem em torno de 170 lojas, entre elas: H&M, Guess e Urban Outfiters, American Outfiters e BCBGEndereço: 3663 Las Vegas Blvd South, Suite 900. Las Vegas, NV 89109-1969.

 

  • LAS VEGAS PREMIUM OUTLETS – NORTH – Este é o outlet  mais perto da Strip e está localizado na parte norte de Las Vegas. Tem mais de 150 lojas e entre as marcas que estão neste outlet:Adidas, Coach, Dolce & Gabanna, Nike, Diesel, Gap, Guess, Polo Ralph Lauren, AX Armani Exchange, Ann Taylor e Tommy HilfigerEndereço: 875 S. Grand Central Parkway. Las Vegas, NV 89106.

 

  • LAS VEGAS PREMIUM OUTLETS – SOUTH – É do mesmo grupo da Premium Outlets e fica na Strip, mas bem no final, ao sul.  Tem 140 lojas com a nova expansão.  Algumas das lojas deste outlet: Adidas, Ann Taylor, Calvin Klein, Coach, DKNY, Esprit, Hurley, Kenneth Cole, Nautica, Nike, Reebok, Polo Ralph Lauren, Tommy Hilfiger. Endereço: 7400 Las Vegas Boulevard South. Las Vegas, NV 89123.

 

  • THE FASHION OUTLETS AT LAS VEGAS – Este outlet fica entre Las Vegas e Los Angeles pela Interestadual 15 e tem um ônibus(shuttle) que sai do MGM, do Fashion Mall e do Miracle Mile. O ônibus custa US$15.00 ida e volta e te dá direito a um livro de cupons com desconto.Banana Republic, Ann Taylor,Fendi, Gap, Guess, Kenneth Cole, Nautica, Nike, Reebok, Polo Ralph Lauren, Tommy Hilfiger. Endereço: 32100 Las Vegas Blvd South. Primm, NV 89019.

 

  • BABIES R US – E para quem está procurando lojas de Bebês, a Babies R Us fica perto do aeroporto e Las Vegas Premium South. Endereço: 7020 Arroyo Crossing Parkway Las Vegas.

 

 

ONDE COMER

 

Dentro e fora dos resorts você encontrará uma miríade de opções de restaurantes, cafés e bares. Para onde quer que você olhe você verá um turista fazendo uma boquinha, mastigando e bebendo algo. Há todo tipo de especialidades: chinesa, japonesa, carnes, grelhados, pescados, italiana, mediterrânea, espanhola, tex-mex e até brasileira. A lista é longa e os preços, na média, não assustam.

 

Um dos símbolos gastronômicos de Las Vegas são os buffets de comida. Gigantescos e multi-calóricos, isso é que eles são. Por preços que variam de US$ 30 a US$ 50, em média, você terá acesso a cardápios que trazem camarões, lagostas, pernas de caranguejo, carne de Kobe, pasta e muito, muito mais. O problema são as filas, tanto para entrar como para se servir. No The Buffet do Bellagio, por exemplo, um dos melhores da Strip, sua paciência será posta à prova em esperas que podem durar mais de uma hora. Se você come bastante, vale a pena ir nos buffets também no café da manhã, quando os preços caem pela metade.

 

Quem quiser algo mais sofisticado, calmo e com serviço mais personalizado encontrará boas casas, comandadas por chefs estrelados. Sommeliers administrando cartas de vinho impecáveis estão sempre disponíveis.

 

O Buffet do Wynn é um dos favoritos dos turistas, principalmente para o brunch que acontece aos sábados e domingos, que inclui inclusive champagne. Mas se você estiver lá em qualquer outro dia da semana, não pense duas vezes… vá para o café da manhã, para o almoço ou mesmo para o jantar. A comida de altíssima qualidade, agrada mesmo aos mais exigentes. Mas quem quer saber de camarões VG, patas de caranguejo e 16 estações de comidas de diversas partes do mundo quando se tem a disposição uma seção inteira de sobremesas?

 

O The Buffet Aria– É o buffet mais novo da cidade e já ganhou muitos fãs porque . A seleção inclui pratos árabes e pratos indianos com o pão Naan fresquinho. Tem também a tradicional pata de caranguejo, camarões e no Gourmet Dinner na sexta e sábado tem Lagosta, Pato e também vinho. Além de Sushi, pastas, carnes e uma seleção de sobremesas de dar agua na boca. Meu favorito: Gellato Italiano no lugar do sorvete que outros buffets servem.

 

Le Village Paris – Esse foi o primeiro dos buffets que eu visitei em Las Vegas, é um dos meus favoritos pelo ambiente, mas é também um dos mais caros. No restaurante parece que você está numa vila francesa e cada vila tem uma estação diferente: carnes, saladas, sobremesas. Na estação das massas, a massa pode ser feita na sua frente. Patas de caranguejo, camarões e estação de carnes e saladas estão entre as opções.  Minha parte predileta? A estação de crepes e banana flambada.

 

More Luxor – Esta é uma das opções de buffet mais econômicas em Las Vegas e a comida é boa. Se você vai com família grande, é uma ótima opção para experimentar um buffet sem gastar muito. As opções são mais limitadas que nos outros buffets citados aqui, mas vale o preço, principalmente se você tem na família, meninos em idade de crescimento(para os lados) como os meus.

 

Dicas:

  • Se você gosta de Camarão e Patinhas de Caranguejo, a maior parte dos Buffets só serve essas opções no Jantar.
  • Para pegar opções de Almoço e Jantar, vá perto do horário limite do almoço / jantar.
  • Não se esqueça de deixar uma gorgeta para o pessoal que limpa a mesa e serve as bebidas. De 1 a 3 doláres por pessoa está de bom tamanho.
  • Alguns hotéis(como da Rede MGM por exemplo, da Rede Ceasars) oferecem passes para buffets 24 horas. Você pode tomar café da manhã, almoçar e jantar em um dos buffets dos hoteis da rede.
  • O que mais vale a pena é o da Rede Ceasars, que você pode fazer as refeições no Rio, Planet Hollywood, Paris e Ceasar Palace por $44.99 + taxas. A dica aqui é comprar o passe para o jantar em um desses hotéis e aí você consegue jantar mais cedo no dia seguinte.
  • O Luxor e Excalibur tem o Take 2 Buffet Pass onde você pode aproveitar os dois buffets pelo preço de US$35.99

 

 

O QUE FAZER DE GRAÇA EM LAS VEGAS

 

Las Vegas é provavelmente um dos destinos mais baratos nos Estados Unidos se você não for um(a) jogador(a) compulsivo(a). Há opções de hotéis muito bons e baratos e por causa da concorrência, carros para aluguel costumam estar entre os mais baratos no país. Os estacionamentos são gratuitos em todos os hotéis e é possível comer muito bem, sem pagar caro por isso. Há shows na cidade para todos os gostos… de Cirque de Soleil a lutas de box, passando por cantores renomados e comediantes. Os hotéis/casino são abertos ao público, portanto não deixe de fazer uma visita. Mas se mesmo aproveitando todas as facilidades e visitando todos os hotéis, que já são uma atração a parte, você ainda quer atrações gratuitas, aqui vão algumas…

 

O show de águas dançantes e luzes do Hotel Bellagio. É provavelmente o preferido em Las Vegas. Chegue um pouco antes de começar para pegar um lugar legal para assistir. Durante o fim de semana é sempre mais difícil de conseguir um lugar na mureta. Um dos melhores lugares para assistir ao Show é em frente as fontes, na rua ou se você entrar no Bellagio, uma boa pedida é um pátio a direita, indo para a área de lojas e restaurantes. Quando: Segunda a Sexta de 3 da tarde a meia noite. Sabado e Domingo de meio dia a meia noite. Acontece a cada 30 minutos até as 7:00 da noite e a cada 15 minutos de 7 da noite a meia noite.

Bellagio-And-Eiffel-Tower-Las-Vegas-USA-Wallpapers-HD

O Vulcão do Hotel Mirage – É um espetáculo de água e fogo, bem interessante.Quando: Todos os dias, de 19:00 a Meia noite, a cada 15 minutos.

vulcao

Os shows de música, dança e pantomina na Piazza San Marco no The Venetian – Eles acontecem durante todo o dia na Piazza San Marco do hotel Venetian e em alguns lugares esporádicos pelo hotel. E todo dias as 9:00 da manhã e 4:00 da tarde há uma procissão de Gondoleiros. Quando: Todos os dias de 10 da manhã as 11 da noite.

Fall of Atlantis no Ceasar  Forum Shops – O show de animatronics com estátuas, mistura fogo, água, efeitos especiais e muito neon para recontar a decadência de Atlantis no meio de lojas e restaurantes. Aproveite para visitar também o Aquário que fica em frente a esta área. Quando: Todos os dias de hora em hora a partir das 11 da manhã.

CBS Television City Research Center no MGM Grand – Para participar você precisa falar inglês. Quando: Diariamente de 10:00 as 20:30

Os Flamingos e outros animais selvagens, no Flamingo – Passe pelo lobby to Hotel Flamingo e atrás do hotel você vai encontrar Flamingos, pinguins e outros animais. Quando: Todos os dias. 24 horas por dia.

O Jardim e Conservatório do Bellagio – Essa atração fica ao lado do lobby do Bellagio e vale a pena visitar. Eles mudam a decoração frequentemente e é sempre uma festa para os olhos. Quando: Todos os dias. 24 horas por dia.

Freemont Street Experience em Downtown Vegas – Esta é provavelmente uma atração que muita gente perde, porque nem sabe que existe ou tem “preguiça” de dar uma esticadinha em Downtown. A Freemont street que é a rua onde tudo começou em Vegas, com os cassinos mais antigos, como Golden Nugget é fechada para pedestres e com cobertura… e a noite, o teto da rua vira uma tela de cinema multimídia gigante, com música, animações e jogo de luzes. Vale a pena! Quando: Todos os dias a partir das 8 da noite até a meia-noite. De hora em hora.

Loja da M& M’s – A  M&M’s que fica ao lado do MGM Grand é uma loja de três andares que vale a visita. Além de ser super colorida, há vários temas com os bonecos da M&M em tamanho perfeito para uma foto, incluindo um carro. Comprar aqui é opcional – mas é difícil resistir aos chocolatinhos. Quando: Todos os dias de 9:00 a meia noite.

Os shows circences do Circus Circus – Apesar do Circus Circus estar bem decadente, ainda é uma atração que vale a pena, principalmente para as crianças. Tem mágicos, trapezistas, equilibristas. Quando: Todos os dias de 11 da manhã a meia-noite, a cada meia hora.

COMO CONHECER O GRAND CANYON

O Grand Canyon é um daqueles monumentos da natureza que impressiona pelas suas proporções. Ele tem 276 milhas ou 446 kilômetros em comprimento, 9 a 18 milhas ou 15 a 29 Km de largura e mais de 1 milha ou 1.6 Km de profundidade. O Grand Canyon tem 3 “Rims”, dois deles: South Rim e North Rim, que ficam dentro do Grand Canyon National Park e o West Rim, que até pouco tempo era pouquíssimo explorado que fica dentro de uma reserva indígena. O Grand Canyon recebe uma média de 5 milhões de turistas todo ano e fica dentro do estado do Arizona.

 

O South Rim é o mais popular e recebe a grande maioria de turistas, em torno de 90% segundo a “National Parks Association”.

 

marca-de-ferradura-grand-canyon-eua

 

Como chegar no Grand Canyon?

 

O mais comum é pegar um avião até uma cidade próxima, alugar um carro ou de excursão e ir até o Grand Canyon ou pra quem está em Vegas é o mais fácil. Para o South Rim existem opções também de ir de trem, fazer um passeio de helicóptero ou mesmo ir de avião até um aeroporto dentro do parque, mas estas são opções mais caras.

 

 

As cidades mais próximas ao Grand Canyon que tem vôos regulares são:

 

Flagstaff, Arizona (FLG)
Phoenix, Arizona (PHX)
Las Vegas, Nevada (LAS)

 

De Trem, a Amtrak chega até Flagstaff e tem um Shuttle para o Grand Canyon. E há também um passeio de trem com a GRand Canyon Rail Road muito bonito entre Williams, AZ e o Grand Canyon que pode ser feito em um dia e custa US$70 ida e volta na classe econômica, US$ 140.00 na 1a Classe, US$ 170.00 no Deck de observação e US$190.00 no Luxury Parlor. Atenção: Crianças menores de 15 anos só são permitidas na econômica ou 1a classe.

 

Para ir do South Rim para o North Rim do Grand Canyon National Park de transporte público o Trans Canyon Shuttle (928-638-2820) tem 1 viagem por dia em cada direção. O tempo total de viagem é de 4 1/2 hours em cada direção.

 

Quanto tempo leva de carro?

 

O tempo aqui é aproximado, não contando com eventuais paradas ou engarrafamento.

 

Grand Canyon West (SkyWalk)

 

Atenção: Siga as direções da página do SkyWalk. O GPS te leva por um caminho mais longo. Mas se quiser usar o GPS, coloque Grand Canyon West Airport, que é onde você terá que estacionar.

 

Las Vegas, Nevada (LAS) – 122 milhas/ 197 Km – 2:30h
Flagstaff, Arizona – 227 milhas/ 365 Km – 4:30h
Phoenix, Arizona – 274 milhas/442km – 6:00 h

 

South Rim
Atenção: Coloque no GPS Grand Canyon Village, AZ ou Tusayan, AZ.

 

Williams, Arizona – 60 milhas/ 97km – 1:00h
Flagstaff, Arizona – 80 milhas/ 128 Km – 1:30h
Phoenix, Arizona – 224 milhas/ 361 km – 3:40 h
Las Vegas, Nevada – 277 milhas/ 445 Km – 4:30 h

 

Quanto se paga para visitar o Grand Canyon?

 

Para quem vai ao North ou South Rim, o Grand Canyon fica dentro do Grand Canyon National National Park, portanto é preciso comprar um passe. Para quem vai de excursão, normalmente o preço já está incluído no ticket, mas para quem vai de carro, paga-se US$25.00, que é referente ao passe de 7 dias. Para quem vai ao West Rim, de US$43.00 a US$80.00. Veja detalhes na próxima pergunta.

 

Onde fica a Skywalk no Grand Canyon e quanto custa a atração?

 

Skywalk fica no West Rim, uma área fora do Parque Nacional e dentro da reserva indigena Hualapai. É preciso dirigir por uma estrada (Diamond Bar Road) que não está pavimentada por cerca de 10 milhas/16 km e estacionar no Aeroporto Grand Canyon West. De lá um ônibus (shuttle) leva até os pontos turísticos do parque.

 

Para ter acesso a essa parte do Grand Canyon, o passe do National Park não serve. É preciso comprar um ticket separado. Você pode escolher apenas o que te deixa entrar nesta parte do Canyon ou combinar com um ticket para o Skywalk.

 

  • Grand Canyon West “Legacy”, (Ticket de entrada para o Grand Canyon West): O ticket de entrada custa U$43.05 por adulto (incluindo taxas) e dá acesso a todos os pontos de interesse no Grand Canyon West, bem como estacionamento e um serviço de Shuttle que pára a cada 15 minutos em cada ponto.
  • Ticket para o Skywalk: US$32.05 por adulto. (Incluindo taxas)

 

Resumindo, para ver a Skywalk você gasta em torno de US$75.10 e um detalhe, na Skywalk não é permitido levar câmeras, celulares ou objetos pessoais. Segundo eles para “preservar o vidro”.

 

Qual a melhor época do ano para visitar o Grand Canyon?

 

O Grand Canyon pode ser visitado o ano todo, mas é preciso levar em consideração as condições de tempo e temperatura e o seu nível de conforto pessoal quanto ao calor e frio. Como fica no meio do deserto, a temperatura muda bastante durante o dia e a noite durante o ano.

 

Nos meses de verão, quando o número de visitantes aumenta consideravelmente, a temperatura pode chegar aos 41o C e a noite pode baixar para 16o a 27oC. Então é sempre recomendado beber muita água e levar um casaquinho leve para a noite. Junho é o mês mais seco. Julho e Agosto tem dias com tempestades.

 

No inverno pode nevar, algumas estradas dentro do parque ficam fechadas e as temperaturas chegam perto de zero a noite. Todos as lojas e centro aos visitantes fecham nos meses de inverno no North Rim. No South Rim, funcionam com limitações. A Skywalk no Grand Canyon West abre 365 dias por ano, de 7 da manhã a 7 da noite.

 

Qual a temperatura média no Grand Canyon?

 

Temperaturas Grand Canyon

Mês Maxima Minima
Janeiro 19°C / 66°F 5°C / 41°F
Fevereiro 22°C / 72°F 7°C / 45°F
Março 24°C / 75°F 9°C / 48°F
Abril 29°C / 84°F 13°C / 55°F
Maio 34°C / 93°F 18°C / 64°F
Junho 39°C / 102°F 23°C / 73°F
Julho 41°C / 106°F 27°C / 81°F
Agosto 40°C / 104°F 26°C / 79°F
Setembro 37°C / 99°F 23°C / 73°F
Outubro 31°C / 88°F 16°C / 61°F
Novembro 23°C / 73°F 9°C / 48°F
Dezembro 19°C / 66°F 5°C / 41°F

 

Quais os melhores pontos para se ver o pôr-do-sol no South Rim?

 

 

Na maior parte do Grand Canyon é possível ver as cores mudando nos Canyons, mas reconhecidamente Hopi Point Powell Point são os dois lugares onde se têm uma visão mais privilegiada do pôr do sol. Hopi Point é a escolha se você não tiver com crianças, idosos ou problemas de locomoção. Digo isso, porque o Shuttle que só funciona até no máximo uma hora depois do pôr so sol, não para no Hopi Point e você terá que caminhar de volta para o Powell Point para pegar o ônibus. No Powell Point a visão é maravilhosa. As fotos do pôr do sol neste post foram tirados no Powell Point.

 

Atenção: Não perca o Shuttle, porque não há iluminação no caminho de volta e a caminhada é longa.

 

O que fazer no South Rim?

 

1 a 3 horas

 

Para quem tem apenas poucas horas para aproveitar o South Rim, sugiro estacionar perto do Bright Angel Lodge, fazer uma caminhada pela borda do Grand Canyon e aproveitar para um lanchinho rápido ou um sorvete no Bright Angel Fountain. Outras opções são visitar o Yavapai, Yaki ou Mather points. Se você veio para aproveitar o pôr do sol, pegue o ônibus gratuito da Rota vermelha para o Hopi ou Powell Point. Não se esqueça de voltar tão logo o sol se vá, porque é o último ônibus do dia.

 

Metade do dia

 

Pegue o ônibus gratuito que vai faz a Hermit Rest Route(Rota Vermelha) e pare em alguns pontos. Visite a Trilha do Tempo(Trail of Time) perto do Museu de Geologia Yavapai para ver e tocar as pedras de dentro do canyon. Almoce em um dos hotéis. Visite o Hopi Center em frente ao El Tovar Hotel.

 

1 dia inteiro

 

Há passeios de mula, caminhadas por trilhas de níveis variados de dificuldades e vários passeios que podem ser contratados nos hotéis da cidade.
Se estiver de carro, dirija para o lado leste do Grand Canyon para ir até a Desert View, onde fica a torre de observação (WatchTower). No caminho, pare no museu de Tusayan.

 

INFORMAÇÕES IMPORTANTES

    •  Inglês. Muitas pessoas falam espanhol
    •  Dólar norte-americano
    •  1800-344-1055, 1800-283-1055 ou 1800-283-1055
    •  é necessário. Mais informações no www.visto-eua.com.br
    •  sem medidas especiais de saúde

 

 

SES – Av. das Nações, Quadra 801, Lote 03 70403-900 – Brasília, DF
(61) 3312-7000
http://portuguese.brazil.usembassy.gov

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

I LOVE TRAVEL

  •    Rua dos Piquirões, 40, sala 410 Edifício Infinity

    Jardim Aquarius - 12246-011
  •    Contato: (12) 3028-3334

  • Fernanda Bragatto (12) 98142-7080 Fabricio Gonçalves (12) 99771-1632

  •    E-mail: consultoria@ilovetravel.com.br

    

CONTATO

Copyright © 2016 Usina Comunicação 360