MACEIÓ

Com um mar verde que não fica devendo em nada ao do Caribe, piscinas naturais de águas cristalinas e barreiras de corais que fazem com que as praias se tornem verdadeiras piscinas, Maceió e suas adjacências conquistam visitantes à primeira vista.


Arborizada e animada dia e noite, a orla de Maceió chama a atenção pelo movimento constante de pessoas. Com venda de artesanato e barracas ótimas para curtir a praia ou a vida noturna, o calçadão da orla é o coração da cidade. 


As praias e os passeios são os principais atrativos turísticos da cidade. Fazer um passeio de jangada até as piscinas naturais de Pajuçara é obrigatório.


Maceió ainda tem um jeitinho de cidade do interior e ritmo menos acelerado do que outras capitais brasileiras, e esse é um de seus grandes charmes. Ainda que seja relativamente pequena, os turistas que a visitam contam com restaurantes de qualidade, boa rede hoteleira, entretenimento e preços justos.




DICAS


1. Maceió é considerada uma cidade pacata no quesito segurança, mas não custa nada tomar alguns cuidados simples para evitar roubos e furtos. Leve na bolsa apenas o que for necessário e evite deixar o hotel com pertences valiosos ou que chamem atenção. Não circular por lugares escuros e de pouco movimento durante a noite também é um cuidado importante para evitar incidentes.


2. Antes de viajar – e durante a viagem -, é altamente recomendado acompanhar a Tábua de Maré no site da Marinha. Maceió e suas redondezas ficam muito melhores se forem conhecidas na maré baixa e a partir da tábua de maré você poderá entender como está o nível da água do mar. Quanto mais próxima de zero estiver a indicação, mais baixo será o nível da maré e melhores serão os passeios; quanto mais alto o número, menos indicado para fazer passeios e mais alta a maré estará. Ela sobe e desce duas vezes por dia, mas apenas na lua cheia e na lua nova ela muda de forma considerável – nas outras fases da lua acontece a chamada maré morta – não sobe nem desce muito e os passeios não costumam ser intererrompidos.


3. Leve na mala itens como chapéu e protetor solar. O ventinho que faz em Maceió pode diminuir a sensação térmica e dar a falsa impressão de que o sol não está queimando a pele, mas ao final do dia muita gente constata que o sol queimou mais do que era esperado. Tenha cuidado e proteja-se ao se expor ao sol.


4. Consulte o site do Meio Ambiente para saber como está a qualidade do mar de Alagoas. São feitas análises constantes nas praias e elas indicam quando o mar está próprio ou impróprio para banho.


5. Durante nossa visita a Maceió, a orla urbana tinha muitas algas. Para quem não gosta de encontrar algas ao entrar no mar, recomendamos visitar outras praias da região metropolitana, como Gunga, Francês e Barra de São Miguel.


6. Encontrar lixo nas praias da capital alagoana é bastante desagradável. Faça sua parte na limpeza da cidade e leve um saco plástico para depositar o lixo produzido durante sua visita.

© 2019  I Love Travel.  Todos os direitos Reservados. Criado por Nave Estúdio Criativo