SER TURISTA É MAIS DO QUE ESTAR EM UMA VIAGEM

Ainda estamos num momento muito complicado da pandemia causada pelo vírus da covid-19, mas é fato que essa pandemia fará o homem refletir sobre uma série de circunstâncias, tais como lidamos com os nossos recursos naturais e até mesmo como lidamos com nossas relações interpessoais. Não diferente, o segmento do Turismo também terá que avaliar alterações para continuar vivo. É notória a importância desse segmento no mundo todo. Falamos de um mercado que movimenta mais de 300 milhões de empregos, gera riquezas e ainda é a base econômica de muitos países. Enquanto o mundo, pela ciência, autoridades e peritos começam a pensar  novas formas de se fazer turismo, seja na questão da distância social para  riscos reduzidos de contágio por doenças, ainda na forma que nos portaremos em locais sociais e de grande público como cinemas e apresentações, questões de higiene, etc


Porém,  convidamos vocês queridos amigos e clientes  a pensarmos uma nova forma de sermos turistas, enquanto agentes de bem! Com essa finalidade, elencamos:


1. Valorize o seu país.


Viagens internacionais continuarão contemplando nossos sonhos e com certeza os realizaremos ! Mas esse momento é uma nova oportunidade de redescobrirmos o nosso lindo país. Percebemos que quase nenhum brasileiro conhece seu país a fundo. Desconhecemos nosso próprio valor cultural, não aproveitamos das nossas belezas, dos nossos recursos. Conhecemos mais o mundo do que o nosso próprio país! Esquecemos que estamos num país de proporções gigantescas e com uma infinidade de oportunidades.  A ILove Travel se compromete a ajudar vocês a reconhecer esse país maravilhoso que vivemos !


2. Valorize o pegueno negócio.

Aquele restaurante familiar, aquela pousadinha onde os donos te chamarão pelo nome e e darão um atendimento especializado,  aquela lojinha de artesanato onde os ancestrais passaram aos seus filhos e assim por diante, aquela técnica única de se fazer algo, aquele grupo de teatro local,  a agência de viagens, pequena e seletiva , que faz seu trabalho de forma diferenciada, baseada na consultoria e no bem estar do seu cliente! Sim, valorize o pequeno empreendedor. Valorize o serviço especializado. Valorize o dinheiro que movimenta e fica no nosso país ! Claro que continuaremos comprando marcas, indo no restaurante mais comentado, se hospedando no resort de luxo, e isso não é errado, mas há uma infinidade de outras oportunidades que devem ser consideradas, que passa pela valorização do seu dinheiro no momento de crise, mas também no entendimento da importância de fomentar o que é pequeno, mas nem por isso menos valioso.



3. Valorize quem te presta o serviço. Parece tao óbvio, mas infelizmente não é.

Dê bom dia a quem está arrumando seu quarto, aceite o pedido de desculpas do garçom que errou seu pedido. Sorria para a aeromoça da mesma forma que ela sorri pra você. Converse com as pessoas. Ninguém é melhor que ninguém !  Respeite a política de gorjetas. Seja cordial e amável a quem te presta um serviço !


4. Se informe sobre o local que estará , tanto a cidade quanto o empreendimento e seja um agente ativo.

Que tal tirar um dia da sua viagem para participar do programa PRAIA LIMPA LOCAL ?

Já parou pra pensar que por trás desse hotel luxuoso frente mar, há uma cidade pobre e sem recursos ?Por que não investir no social local ? Veja projetos da Prefeitura para o desenvolvimento da cidade.

Viu algum prestador em más condições ? Viu uma depredação cultural ? Deixe sua queixa com o gerente, informe as autoridades !

Aquela praia maravilhosa tem esgoto a céu aberto ? Aquela praia linda fechou -se com resorts e proíbe os pescadores locais de tirarem seu provento ?Procure as autoridades, deixe sugestões , procure órgãos competentes. Faça isso pela internet se não quiser fazer ao vivo. Mostre às outras pessoas ! Exija o cuidado certo com o local e faça você também a diferença !


5. Cuide e valorize o local que irá conhecer

Pro item 4 ter um real propósito , faça você a diferença ! Sacos de lixo nas praias e trilhas, não suje as ruas, não destrua o patrimônio, respeite as regras locais e importune o mínimo que puder o morador local.

Não leve conchas, animais , etc . Não valorize esse tipo de comércio. Achou bonitinho aquele colar de conchas e o comprou ?Saiba que a natureza demorou milhares de anos para produzi-la e ela pode ser a proteção, alimento etc de outros animais! Veja, aprecie, mas não traga pra casa !

Sabe aquele mergulho que consiste em pisar nos corais, seres vivos ? Não faça ! Não invista nesse tipo de comércio e exija das autoridades outro tipo de prestação de serviço !

Veja que todos os itens acima são básicos e são coisas que já deveríamos fazer no nosso dia dia , na nossa cidade , e claro, estender isso a  todos os locais que formos. Porém, isso não acontece mais, ou pelo menos na quantidade que deveria !


Sujamos as ruas, afinal o gari vai limpar tudo, não é mesmo ? Destratamos quem nos serve. Não olhamos mais pro lado e esquecemos que cada um de nós tem sua história pessoal pra contar, seus desafios, seus medos, seus limites.


Deixamos espaços privados imundos, tiramos selfie daquela praia maravilhosa, mas dane-se a bituca do cigarro que um pássaro ou uma tartaruga irá comer e morrer. Queremos sempre tudo o mais barato possível , mas exigimos o melhor em troca ! Muitas vezes nivelamos por baixo, mas quando -é conosco, exigimos o que há de melhor.


Pense nisso. Sejamos pessoas melhores, turistas melhores. Nossa casa, esse mundo chamado Planeta Terra merece o nosso melhor, sempre !!!

© 2019  I Love Travel.  Todos os direitos Reservados. Criado por Nave Estúdio Criativo